Super User

Super User

Está pensando em reformar ou construir sua casa e tem dúvidas sobre pisos e revestimentos? Hoje, com as inúmeras possibilidades disponíveis pelas fábricas fica difícil decidir.
Para ajudá-lo nesse momento, conversamos com a nossa arquiteta, Liliane Murad Fadoni e reunimos algumas dicas de como escolher piso corretamente. Confere só!

 

01 – Não existe uma cor ideal para revestimentos de banheiro.

banheiro1

Liliane afirma que não há uma cor mais indicada que a outra. Tudo depende do tamanho do ambiente e do que o morador deseja transmitir nesse espaço. “Se a intenção é dar a sensação de amplitude, invista em tons mais claros, off White. Caso queira dar mais personalidade ou criar uma atmosfera de aconchego, cores escuras são mais indicadas. Não tenha medo de escolher cores vibrantes em lavabos. Por se tratar de um espaço de utilização rápida, essas tonalidades são muito bem-vindas e tornam esse cômodo inusitado e sofisticado”, ela explica.

banheiro2

 

02 – Integração dos ambientes utilizando os pisos

sala cozinha

Com a atual tendência arquitetônica de salas e cozinhas integradas, nossa arquiteta explica que para seguir a ideia proposta desde a concepção do projeto é interessante seguir o mesmo piso da sala na cozinha, passando a sensação de continuidade. Mas ela alerta, “Verifique se o piso escolhido para a sala atende as necessidades da cozinha, como por exemplo, utilização em áreas molhadas e facilidade de limpeza”.

 

03 – Utilização de soleiras de granito nas portas

granito

Não existe uma regra para a instalação de soleiras nas portas. Nossa arquiteta explica que esteticamente falando, fica bacana aplicar em portas para saídas externas, garantindo melhor acabamento para a fachada e proteção de umidade.
Internamente, também é interessante quando temos uma mudança no tipo de piso, por exemplo: se colocou porcelanato polido nas áreas sociais e nos quartos aplicou um piso acetinado. A soleira faz o papel de “divisor de águas”, oferecendo melhor acabamento e tirando a sensação de faltou piso e completou com outro nos quartos...
Além disso, soleiras devem ser instaladas quando se tem uma mudança de nível dos ambientes para melhor acabamento e segurança, pois essa mudança de material facilita a visualização de degraus, Liliane explica.

 

04 – Pisos de sala devem ser determinados de acordo com o uso do espaço

cimenticio

Para salas com bastante utilização, priorize pisos com acabamentos de fácil manutenção, como porcelanatos. 
Avalie também o efeito que você gostaria de transmitir ao ambiente. Se você quiser um espaço mais aconchegante, vale a pena optar por pisos com estampas mais quentes como a madeira. 
Liliane cita que para ambientes mais sofisticados, o brilho no acabamento do piso é fundamental. “Porcelanatos polidos que reproduzem mármore ficam chiques e atemporais. ”
Ambientes mais despojados, invista em reproduções de pisos cimentícios. Fica super moderno e você pode escolher peças coloridas na decoração, como o amarelo e o roxo.

foto blog

 

05 – Piso para quartos

quarto madeira

“Sem sombra de dúvidas, a estampa da madeira traz aconchego a qualquer espaço e quartos mais do que nunca, merecem pisos que transmitam exatamente isso. Com a variedade de modelos e tonalidades de pisos laminados e porcelanatos que reproduzem madeira disponíveis em nossa loja, a missão fica fácil! ”, afirma a profissional.

 

06 – Em áreas externas é preciso ter bastante cuidado na especificação do piso 

externa

Dependendo das características do espaço, se é aberto, se é coberto ou não, o acabamento do piso deve ser determinado sempre priorizando a segurança, sem deixar de lado o fator limpeza.
Em rampas com inclinações maiores que 10%, o recomendado é utilizar no piso o concreto aparente “estriado”, com frisos. Isso garante mais segurança para o tráfego de veículos. Na dúvida se o piso cerâmico escolhido pode ser aplicado na rampa de sua casa, consulte sempre o SAC do fabricante, essas informações técnicas dos produtos estão disponíveis para consulta sempre!
Se o espaço for aberto, porém coberto, como varandas e churrasqueiras, pisos com acabamento acetinado ou fosco são soluções pois são de fácil manutenção comparados a produtos “granilhados”. Invista em pisos mais ásperos para evitar tombos em dias chuvosos se o ambiente for descoberto ou se tiver inclinações suaves; finaliza a arquiteta.

Ainda ficou com dúvidas para escolher seu piso? A Nichele disponibiliza o serviço do Nichele Design para seus clientes gratuitamente*. É só agendar uma assessoria com nossa designer de interiores e realizar seu sonho conosco!
*somente para produtos adquiridos na Nichele.
Contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou 41 33787878, falar com Ana Paula.

Quarta, 03 Maio 2017 19:46

Aquecedor de passagem

Antes de escolher qual o aquecedor de passagem ideal para a sua família é imprescindível conhecer algumas informações:

- Aquecedor de passagem é aquele que ao passar pela sua fonte de alimentação a água vai para a tubulação quente, não precisa de reservatório para acumulação. A água é consumida de imediato.

- Saber quantos pontos de água quente o aquecedor irá alimentar. E o tipo de chuveiro porque cada modelo tem uma vazão de água. Quanto maior a vazão, maior deve ser a potência de seu aquecedor. É só fazer a conta. Por exemplo: 2 duchas sendo usadas ao mesmo tempo 2x12 litros por minuto, com um total de 24 litros. Então, o ideal é um aquecedor de 25 litros.

- O aquecedor só consegue atingir sua capacidade máxima de vazão se houver pressão adequada.

- O ambiente que o aparelho será instalado e o diâmetro da saída da chaminé é fundamental para identificar o tipo de exaustão;

- O gás utilizado também é determinante, pois um produto que funciona com gás natural (GN) não poderá ser utilizado com gás liquefeito de petróleo (GLP) e vice-versa.

AQUECEDOR 2

O aquecedor de passagem pode ser mecânico ou digital. No mecânico a chama fica fixa independente da quantidade de água que passar pelo aparelho. Já o digital possui sistema de modulação da chama: quando mais de um ponto de água é aberto ao mesmo tempo, o aparelho automaticamente ajusta a intensidade da chama para manter a temperatura programada.

No modelo digital, você configura apenas a temperatura desejada e acompanha no visor. Todos os demais controles são realizados automaticamente pelo aparelho.

 

Entre os tipos de aquecedor de água a gás de passagem estão:

Exaustão forçada
Aquecedores de Exaustão Forçada são equipamentos que possuem dispositivos mecânicos (ventoinha), isso garante que ele tenha maior fluxo de ar, bem como uma melhor exaustão do material resultante da queima.

Ou seja, essa ventoinha força a saída dos gases para fora do ambiente através da chaminé tornando-o bastante seguro.

Os aparelhos de Exaustão Forçada são indicados, principalmente, para locais com grande incidência de vento (prédios de frente para o mar, andares muito altos) porque o exaustor interno ajuda a evitar que a chama se apague. Esse aquecedor é conectado à energia elétrica para que a chama seja acesa.

Exaustão Natural
Aquecedores de Exaustão Natural são equipamentos que não possuem dispositivos mecânicos (ventoinha) para tomada de ar, bem como exaustão do material resultante de queima. Por isso a chaminé é normalmente maior do que os aquecedores de Exaustão Forçada, para facilitar a saída do ar.

Os aparelhos de Exaustão Natural normalmente precisam pilhas para o acendimento da chama.

Fluxo Balanceado
Este modelo é o único que pode ser instalado dentro do banheiro ou outros ambientes fechados com segurança e de acordo com as normas brasileiras. Isso porque os aquecedores do tipo Fluxo Balanceado utilizam o ar do ambiente externo (ao contrário dos demais aquecedores), não tendo nenhum contato com o ar do ambiente que se encontram.

Agora que você já conhece os tipos de aquecedores de água a gás de passagem, é importante saber quais os tipos de gás existentes. Essa informação é essencial antes de escolher o tipo de aquecedor a gás que você vai adquirir.

AQUECEDOR 3

Acessórios
Os aquecedores não vem com a tubulação e chaminé necessária para expulsão dos gases. Estes devem ser comprados à parte e são importantes itens de segurança.

Outros acessórios também são necessários: flexível para entrada de água, flexível para entrada de gás, registro pra gás e flexível para saída de água quente. Para saída de C02 são necessários duto de saída, área de arremate, chaminé e abraçadeira de fixação. Em alguns lugares é necessário pressurizadores de água porque a pressão da água não é suficiente para atender o aquecedor de passagem.

A instalação é por conta do cliente.

Aquecedor mais eficiente queima menos gás para trabalhar, o que significa uma conta menor no final do mês.

Fontes:
http://www.komeco.com.br/blog/quais-os-tipos-de-aquecedor-a-gas-de-passagem/
http://www.lorenzetti.com.br/pt/Dicas_Listar.aspx?id_tipo=1&id_linha=4

Terça, 02 Maio 2017 16:42

REVISTA NICHELE - MAIO 2017

Confira nossas dicas sobre salas de estar!

Clique aqui e navegue pela nossa revista online.

Segunda, 20 Fevereiro 2017 12:20

REVISTA NICHELE - FEVEREIRO 2017

Confira nossas dicas sobre banheiros!

Clique aqui e navegue pela nossa revista online.

O porcelanato e revestimentos de cerâmica podem ser aplicados em paredes e pisos de áreas internas e externas. Mas você sempre fica com dúvida em qual a diferença entre o revestimento retificado e o bold? Confere só a nossa dica:

diferenca revestimento 1

O bold é aquele revestimento mais tradicional, onde as bordas são levemente arredondadas. Esse acabamento faz com que as peças nem sempre tenham o mesmo tamanho, por isso, o rejunte fica mais aparente.

diferenca revestimento 2

Este tipo de revestimento é ideal para ambientes mais rústicos ou quando o destaque do rejunte compõe o visual. Existem vários formatos e acabamentos e o preço por m² e por instalação é mais barato.
Já o revestimento retificado possui bordas lapidadas ou retas e pode ser encontrado em cerâmica ou porcelanato.

diferenca revestimento 3

O corte das placas é feito através de discos de diamante que permitem que as peças tenham tamanhos iguais. Desta forma pode-se utilizar menos rejunte.

diferenca revestimento 4

O alinhamento das placas resulta em um ambiente mais moderno e clean, e por serem desenvolvidas com uma tecnologia mais moderna a vida útil também é maior do que o bold.

diferenca revestimento 5

Este tipo de revestimento é um pouco mais caro, porém, economiza-se em rejunte e obtém-se um resultado visual mais harmônico.

Quarta, 25 Janeiro 2017 12:09

PORCELANATO: NOVA SENSAÇÃO DA DECORAÇÃO

Você sabe o que é porcelanato?

porcelanato 5

É uma placa cerâmica para revestimento de pisos e paredes.

porcelanato 1

De baixa porosidade e elevado desempenho técnico, produz um visual super bonito e sofisticado!
São produzidos com tecnologia digital, o que garante total alinhamento, precisão e facilidade durante a aplicação.

porcelanato 2

Com a impressão HD, os porcelanatos reproduzem a textura e o visual de diversos materiais naturais como madeiras e pedras, trazendo assim muito mais vantagens: fácil instalação, fácil manutenção, bom preço e alta resistência à água e consequentemente durabilidade.

Os porcelanatos podem ser instalados em pisos e paredes de cozinhas, banheiros, garagens, salas, quartos, enfim; em todos os ambientes de uma casa, pois existem diversas opções de acabamento: Pode ser esmaltado ou não, polido ou natural, retificado ou não.

porcelanato 3

A variedade é incrível: porcelanatos reproduzindo madeira de demolição, tacos de madeira, painel de madeira. Podem ser instalados na área externa da casa, no lugar de deck para piscinas, com acabamento antiderrapante ou na sacada ou varanda.

porcelanato 4

Confira os nossos porcelanatos. Temos o melhor preço por metro quadrado.

Quinta, 08 Dezembro 2016 12:12

DICAS PARA DEIXAR SEU BANHEIRO LINDO!

Escolher as louças ideias para o banheiro não é tarefa simples. Por isso, listamos algumas dicas pra te ajudar:

1. Existem vários tipos de cuba: de embutir, sobrepor, apoio ou semi-encaixe. As cubas de embutir são as mais tradicionais. Como o nome diz, ficam embutidas na bancada. As de sobrepor estão na moda e são usadas principalmente em lavabos. Já de semi-encaixe são indicadas para quem tem pouco espaço no banheiro e precisa de uma bancada de pouca profundidade.

2. As cubas de sobrepor podem ter diferentes tamanhos: quadradas, retangulares, redondas ou ovais. Você tem de ficar atento ao uso dela, ou seja, se ela não espirra água e é confortável de usar.

banheiro 5

3. Na escolha do vaso sanitário também conhecido como bacia, você deve ter definido antes se ele será de válvula na parede ou caixa acoplada. As duas opções usam a mesma quantidade de água pois as válvulas possuem regulagem para não gastar mais que 6 litros por utilização.

banheiro 6

4. Existem vários tamanhos, modelos e tecnologia de vasos sanitários. Lembre-se de que o espaço ideal é de 30 cm livre, de ambos os lados, para que o usuário tenha maior liberdade para se movimentar e acessar facilmente o papel e a lixeira.

banheiro 4

5. O ideal é que as pias não sejam muito grandes para garantir a harmonia e o espaço do ambiente. E os vasos sanitários não devem ser vistos por quem está do lado de fora do banheiro.

BANHEIRO 73

6. As áreas secas podem ser decoradas com papeis de parede ou pastilhas. Nas áreas molhadas, opte por cerâmicas, garantindo durabilidade e facilidade de limpeza.

BANHEIRO 2

7. Conheça as linhas completas desenvolvidas pelos fornecedores, assim, previne possíveis diferenças de tonalidades e estilos de peças.

8. Venha até nosso showroom, confira as últimas novidades e conte com o conhecimento técnico de nossos consultores.

Quinta, 10 Novembro 2016 17:16

REVISTA NICHELE - NOVEMBRO DE 2016

Confira nossas dicas sobre cozinhas!

Clique aqui e navegue pela nossa revista online.

Terça, 11 Outubro 2016 11:58

QUAL O PISO PERFEITO PARA ÁREAS EXTERNAS?

A escolha do piso para a área externa é um item de fundamental importância na construção ou reforma da casa.

O ideal é entender qual a proposta do ambiente onde o piso será instalado, afim de optar pelo piso mais adequado. Se crianças ou idosos usarão mais o ambiente (pisos antiderrapantes são mais seguros), se o piso ficará exposto ao sol ou se haverá cobertura e qual o tipo de acabamento será utilizado para que o piso combine com a decoração do jardim.

REVESTIMENTO1 

De posse de todas essas informações, é só se render a uma infinita possibilidade de modelos de porcelanatos com acabamentos naturais, rústicos e versões que se assemelham a gramas, pedras.

REVESTIMENTO3 

Atenção: É importante no momento da escolha analisar a questão da segurança x limpabilidade.

Quanto mais áspera a superfície do produto, mais difícil será sua limpeza.

A limpabilidade de um produto está relacionado à classe de resistência a manchas.

Quanto maior for a classe que ele se encontra, mais fácil de limpar e mais resistente a manchas ele será. Veja:
Classe 5 – máxima facilidade de remoção de manchas;
Classe 4 – mancha removível com produto de limpeza fraco;
Classe 3 - mancha removível com produto de limpeza forte;
Classe 2 - mancha removível com ácido clorídrico/acetona;
Classe 1 – impossibilidade de remoção de manchas.

Sexta, 09 Setembro 2016 12:14

REVISTA NICHELE - SETEMBRO DE 2016

Todo mês a gente tem dicas fresquinhas pra você!

Clique aqui e navegue pela nossa revista online.

Página 1 de 2